SOU BRASILEIRA E NÃO DESISTO NUNCA!!!!!

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Fim de semana!

Bom dia!
Amanhã vou para um sítio em Igaratá, e espero que faça muuuito sol, porque estou precisando relaxar, conversar, dar risada, beber e não comer muito(rsrsrs), só churrasco mesmo, procurarei me controlar, mas esses programas não são feitos para se privar, e sim para se divertir, só que tem gente que tem a cabeça no lugar, leva as coisas à sério e que conseguem se manter o fim de semana todo sem enfiar o pé na jaca, pode até enfiar a pontinha do dedão , mas não como as outras pessoas que já ficam pensando em comer, comer e comer, e beber também, juro que procurarei me controlar...depois eu conto.
Como é gostoso se reunir com amigos, e filhos , é tão saudável, némesmo! Eu adoro, piscina, mato e churrasco....então tá pra mim....
Tenham todos um bom fim de semana!

Falando em filhos... o meu de 15 anos está por um fio na escola, precisando de nota boa, não, nota ótima, e o cara não se mexe, não estuda, eu faço o que posso eu falo aconselho e ele faz aquela cara: Q saco! Eu costumo perder a cabeça nessas horas, então tento não falar muito, mas como é difícil fazer o cara entender que a hora é essa, e tudo o que está na cara que é o correto, me cansa essa coisa de ficar repetindo diariamente o que ele deve fazer, isso só da parte que me cabe, que é escola e casa, mater a ordem(quase impossível), estudar(raro), tratar o irmão com educação(só briga), avisar onde está(as vezes), não me responder com ironia nem grosseria, isso sem falar que eles só andam suados, nunca vi, vivem em movimento e consequentemente v ivem suados, e agora de cabelo grande aquilo gruda na cabeça, pescoço e testa, um horror!!!!!
Mas enfim...filhos adolescentes, é isso...
Beijos

Um comentário:

  1. Oi querida, espero que o fim de semana retrasado, em um lugar tão legalzinho como você disse e em boa companhia, tenha sido bacana, bem agradável viu?
    E que esteja tudo bem com você.
    Quanto ao filho adolescente, é uma fase complexa, em que a gente não pode deixar a coisa solta, mas não pode querer segurar tudo, o equilíbrio é um ponto esquisito, mas possível de encontrarmos nesta relação.
    Eu já passei por isso, o meu filho já tem 26 anos. Mas ele foi sempre bem bacaninha, só malcriado (mas isto ele bem teve a quem puxar... a mãe dele, não espalhe, rsrsrsrs, é fogo) hahahaha
    Beijossssssss

    ResponderExcluir