SOU BRASILEIRA E NÃO DESISTO NUNCA!!!!!

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Hello!!!


Olá pessoas!
Não postei antes porque minha balança acabou a bateria e não pude me pesar, portanto não tenho novidades, é verdade viu, parece conversa de pescador, mas não é.
Eu acho que estou mantendo o corpinho, eu tive umas derrapadas mas por outro lado eu resisti a varias tentações, não sei direito o que está acontecendo, só sei que consigo resistir a tentações assim numa boa, sem sofrimento, talvez eu esteja naquele famoso "momento bom", mas a minha esperança é que eu tenha mudado de uma vez minha cabeça de gorda, e consiga dizer NÃO.
Ontem fui ao mercado municipal de São Paulo, e adivinha!? o sanduiche de mortadela(aquele de meio quilo), eu NÃO comi, mas comi uns pasteizinhos de bacalhau, bem gostosos, mas não era aquela maravilha toda não, comprei ervas para a cozinha! não pra fumar! rsrsrsrs e comprei Chimarrão, que é bem amarguinho e agora no verão com água gelada é bem gostoso, engana a fome e parece que vc está o tempo todo bebendo, e na verdade está, mas não engorda nada. Eu tive aquela sensação de entrar em algum lugar e parece que todos estão te olhando e dizendo : Nossa a gorda vai comer o mercado todo! é ruim .....mas só reforça meus novos hábitos e tenho certeza que estou no caminho certo...ah! vou contar uma historinha traumatizante:
Logo que comecei a trabalhar , eu tinha 17 anos, lá na Luis Coelho, eu ainda não tinha amigos para almoçar , só pessoas de vista, e sabe como é, com 17 anos a gente quer mesmo é Mc Donald's, e estava eu lá com um sanduiche, batata frita, coca(gigante) e sozinha, eu nem era tão gorda nessa época, tinha 75 kg, o que hoje considero ótemo, na época me achava uma baleia, então quando me sentei à mesa, com aquilo tudo, vi um pessoalzinho do trabalho novo, todos magros, claro! e vi que estavam rindo de mim, fiquei me convencendo que não era comigo, mas eu sei que era.....e até hoje tenho essa sensação quando vou comer em lugar público, fico achando que todos estão me olhando, que tenho uma seta em neon pregada na testa, enfim, a gente passa por cima sim, mas ficou essa sensação ruim...nossa nunca contei isso a ninguém, e estou aqui abrindo meu coração de novo, e na esperança novamente de que isso seja uma terapia e que eu consiga superar tudo isso.
Ufa!
beijos
até mais

Ps. adolescente é cruel mesmo... eu sei....

2 comentários:

  1. Adolescente = imbecil. Sei pq já fui. E pq já sofri com zoação por ser alta demais, gorda demais, nariguda demais... eles elegem um infeliz e zoam até. Mas, depois dos meus 14 anos, quando entrei no magistério, assumi todos meus defeitos físicos, e passei a conviver melhor com os outros (até zoar junto) e comigo mesma. Agora sou do tipo "Se vc acha que tem liberdade pra me zoar, aguenta que vou ser cruel feito uma naja".

    ResponderExcluir
  2. Realmente, algumas coisas acontecem e traumatizam mesmo, não dá para esquecer. Mas aproveite e lembre-se sempre disso. como vc mesma disse, pode ser uma terapia. Aí, qdo for se sentar à mesa de um restaurante, vai pensar duas vezes antes de encher "um pratão"..rs... bjos

    ResponderExcluir