SOU BRASILEIRA E NÃO DESISTO NUNCA!!!!!

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Encarando os fatos

Olá!
Hoje precisamos esclarecer algumas coisinhas de gordo.
Eu não cheguei a uma conclusão se gordo se contenta com pouco ou se é muito exigente e não se cotenta com nada, mas partindo do princípio que exigência está diretamente ligada a qualidade, então gordo se contenta com pouco,quem me fez pensar nisso foi Luciana minha amiga gaúcha, ela está de dieta e está funcionando está mais fininha, ela não é gorda, mas é ajuizada e está correndo atrás antes que tudo se perca, então, ela disse : - Estou de dieta e não vou quebrar comendo pudim, manjarzinho ou qualquer porcaria dessas! assim fora de contexto pode parecer esquisito,mas ela tinha resistido a doces maravilhosos e estava contando tinha ficado com vontade de comer doces e teve esse sábio pensamento. É ISSO! Prestar atenção no que você realmente gosta, e no que realmente vale a pena, tem gente que fica mamando uma lata de leite condensado, fala sério! Não sente nem o gosto do negócio, isso é só pra comer doce, é nessa hora que você tem que parar e pensar, isso é realmente gostoso? eu preciso disso? normalmente nem é tão gostoso e você não precisa disso. Se for para comer um doce, amadurece a idéia primeiro e come um pedaço de doce que você realmente gosta, que te dê prazer.
A mesma coisa é com roupa, gordo tem que primeiro achar o tamanho XXXGG8 daí vê se te agrada, nunca agrada realmente você compra porque não tem opção, por que não tem mais nada que te sirva e você está precisando, o que compra por achar bonito fica guardado no guarda roupa esperando pela dieta.... por favor...vamos mudar isso, cadê a mulher exigente, experiente, estilo próprio, inteligente, bonitona, que existe dentro de vc???? vamos colocá-la pra fora??!!! vamos
Eu vi no blog da Larissa ela dizendo que o prazer de comprar roupa é muito maior do que o de comer, preciso sentir isso...
A única coisa que me assusta nesse negócio todo é se terei forças para resistir a tantas tentações, fico pensando na Lucila Diniz, sabe aquela do Pão de açúcar, ela emagreceu depois dos 40 anos, tudo bem nada como um separação para ajudar na mudança, mas ela agora é magra, e pensa como magra? todas as gordinha vivem a vida toda lutando, tendo recaídas, resistindo, isso eu acho que é o normal, gostaria de ouvir da boca dela se ela agora pensa como magra, se ela não tem vontade de comer guloseimas, se ela não tem mais aqueles surtos de doces.....queria saber
Gente o negócio é a cirurgia da cabeça, eu vou pensar igual gente magra , sabe aqueles que comem de sobremesa metade de uma paçoca( Joaquim, me dava a metade e eu comia a minha inteira mais a metade dele) só para adoçar a boca, nem quero entrar nesses assuntos de gente magra que vou ficar irritada....brincadeira...rsrsrsrs
beijos

3 comentários:

  1. O problema de pensar como magra, é que quando "eu" era magra, comia mmuuuiiittooo!!

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Fátima, quando conseguíamos pensar como magra, podíamos comer tudo....
    Acho que nossa maior desgraça é a idade!!!
    Vou tentá-la usar como a "experiência" e com muita teimosia vou voltar aos tempos de magrinha! Já peguei umas fotos dos meus 28 anos e fico olhando pra ela o tempo todo!!!!
    Força, Marília! Nós somos fortes (não no sentido físico, rsrsrs) nós vamos conseguir! Pra frente e avante prima!!!!!

    ResponderExcluir
  3. ééééé!!!!!
    Vamos conseguir sim!!!

    ResponderExcluir